10 Comentários
Fev 12Gostado por Marco Neves

Além de tudo o que o Marco contou, às vezes uso raminhos de alecrim e florinhas das azedas, quando vou ao campo. Depois quando os encontro, já secos, o livro fica perfumado.

Expand full comment
Fev 12Gostado por Marco Neves

Bom dia, Marco!

Como marcadores pensados, já usei penas (de pato, acho eu).

Quando tive de improvisar, cheguei a usar: tiras de papel (recortadas à mão de alguma follha de rascunho), um pente (na altura em que ainda tinha cabelo que justificasse andar com um), uma palhinha de bebida (bem seca e amassada) e um fecho éclair (da caixa de costura que estava à mão).

Por vezes, simplesmente memorizo a página onde parei, embora seja um marcador muito falível.

Bom Carnaval,

JM

Expand full comment
Fev 12·editado Fev 12Gostado por Marco Neves

Assim de repente não me lembro de nenhum objecto mais estranho do que aquelas fitinhas do Senhor do Bonfim da Bahia, que me valeram quando passei umas férias no Brasil. O que uso mais são umas Polaroids de 4 x 2,5 cm numa fita de 17 x 3 cm, formato que muito me agrada para a função. De resto, sem ser os marcadores propriamente ditos, vou usando de tudo um pouco (quase sempre bilhetes de transportes e espectáculos), mas sem essas volumetrias a que o Marco chega!

Expand full comment
Fev 12Gostado por Marco Neves

Já usei tudo isso e também molas clips, folhas de árvore , pauzinhos...Também já dobrei a folha em que estava...e talvez mais coisas estranhas de que agora não me lembro...

Expand full comment

Olá a todos , além do que foi citado no episódio, ainda chego a recorrer ao gesto pecaminoso de dobrar o canto da página, que assim até é mais específica a identificar a página em que interrompemos a leitura, e lembrei-me de já ter usado bases de copos em cartão e em papel de arroz. Muito curioso, o tema, e ninguém diria, à partida! 😊 ah, como me dedico ao artesanato, já fiz vários, em madeira decorada e remate de borla com franjas de seda, bem vintage. Adoro fazer marcadores.

Expand full comment
Fev 12Gostado por Marco Neves

Já usei cartão de embarque em avião , clipe de papel, nota de dinheiro , folha de caderno dobrada , documento de identidade e até palito de dentes…

Expand full comment

Talvez a lista de produtos que acabei de utilizar para comprar no supermercado! Mas confesso que tenho um certo fascínio por marcadores e costumo compra--los nas lojinhas dos museus, pois serve dois objetivos: a finalidade para que foi feito e uma boa recordação daquela ida ao museu!

Expand full comment

Queria dizer "servem"... Bom Carnaval e sem muita chuva!

Expand full comment

Tenho uma grande coleção de marcadores que ganho quando compro livros. Tenho alguns de 1985/86 que ainda lembro exatamente do dia em que ganhei e do que estava fazendo. Mas, apesar desse grande número, às vezes sou pego de surpresa em algum local onde não tenho nenhum à mão, daí tenho que recorrer à alguma folha de papel dobrada, um envelope de conta de telefone ou uma folha de árvore (se houver uma por perto...).

Expand full comment

Como vou largando marcadores pelos livros já lidos, e a necessidade aguça o engenho, acho que, num momento de recurso, o marcador mais original que utilizei foi uma pulseira de internamento hospitalar. É original e personalizada. Tem nome e data de nascimento. Mas, sejam responsáveis, que ninguém vá a correr para a Urgência só porque achou graça.

Expand full comment